Barras de Sinal e Barras de Entrada

postado em: Conteúdo Livre 27

1- INTRODUÇÃO

Barras de Sinal e Barras de entrada são conceitos básicos da metodologia, porém, são extremamente relevantes para o método, pois são as barras que ajudam a nos posicionar melhor em um trade, elevando nossa chance de sucesso. São através delas que encontramos uma maneira lógica de nos posicionar em um determinado contexto. Neste artigo, vamos discutir como identificar e utilizar essas barras.

Antes de nos aprofundarmos no assunto é de suma importância que já haja o entendimento do básico de barras, conforme tratado no artigo escrito pelo Felippe Aranha que pode ser acessado aqui.

A Barra de Sinal é uma barra que representa uma alteração no desenvolvimento de uma perna, nos dando um sinal, como o próprio nome diz, de que algo mudou. Essa informação é muito importante, apesar de sutil, porque é através dela que temos um indício de que podemos ter uma oportunidade de operação.

Já a Barra de Entrada nada mais é do que a barra onde iniciamos um trade. É a barra onde efetivamente enviamos uma ordem ao mercado (Seja ordem stop, limit ou a mercado) e tomamos uma posição comprada ou vendida.

É válido nos atentarmos que algumas barras sozinhas podem ser a Barra de Sinal e a Barra de Entrada, entretanto, essas barras serão tratadas em outra oportunidade e nos manteremos nos conceitos básicos para que agora tenhamos um entendimento mais claro e didático do assunto.

2- BARRAS DE SINAL

Algumas barras de sinal podem ser barras de tendência (Vide artigo já indicado anteriormente) que dão seguimento na direção de uma perna. A figura 1 abaixo mostra um exemplo de Barra de Sinal dando continuidade a um movimento de alta, onde pode ser usada para buscar um bom trade de segunda perna para cima.

Figura 1 – Barra de tendência como Barra de Sinal.
  • AS MELHORES BARRAS DE SINAL GERALMENTE SÃO BARRAS DE REVERSÃO.

Essas barras costumam mostrar uma freada no movimento de uma perna ou uma mudança no comportamento da mesma. Vale atentar que as barras de reversão costumam ser bem comuns em qualquer gráfico (Mesmo as boas), por isso é importante estar sempre atento ao contexto, para que possam ser selecionadas apenas as oportunidades de operação aonde a informação (dada pela Barra de Sinal) faça sentido. A figura 2, a seguir, nos mostra alguns exemplos de Barras de Sinal que são barras de reversão (Note que foram marcadas apenas as barras, não significa que estão em contexto favorável).

Figura 2 – Barras de reversão.

Como se pode observar, as reversões muitas vezes se tornam bastante frequentes e inclusive temos ótimas barras de reversão, como, por exemplo, a reversão número 4 marcada na figura 2. Mesmo que a barra seja muito boa, não significa que se deve tomar uma posição para uma operação, pois nem sempre essas barras estão dentro de um contexto correto.

Entretanto, as Barras de Sinal ótimas dentro de um contexto favorável não são comuns e, por isso, não devemos esperar sempre pela melhor barra, pois corremos o risco de perder boas operações enquanto esperamos a oportunidade perfeita (Que ainda assim tem possibilidade de falhar). Deste modo, podemos utilizar de barras que não sejam perfeitas, mas que ainda apresentem boas características e, ainda assim, utilizar barras que não sejam tão boas desde que o contexto seja favorável: De maneira geral, quanto mais favorável for o contexto, menos importante é a qualidade da barra de sinal apresentada.

  • AFINAL, O QUE SÃO BOAS BARRAS DE SINAL?

Existem algumas características encontradas nas barras que nos ajudam a classificar uma boa Barra de Sinal. Algumas delas são:

PARA BARRAS DO LADO VENDEDOR:

  • Barra que abra próximo do fechamento da anterior e feche bem abaixo do fechamento da barra anterior.
  • Fechamento na mínima ou quase sem sombra inferior.
  • Pouca sombra superior (De um terço à metade da barra).
  • Menos sobreposição possível com barras anteriores, evitando que ela esteja dentro de uma lateralidade e que nos dê um sinal de compra no fundo dela (Como as Barras de Sinal 3 à 7 da figura 2).
  • Fechamento que reverta os fechamentos e mínimas anteriores. De preferência o fechamento de várias barras anteriores.

Nem sempre todas essas características estarão presentes em uma única barra, mas desde que algumas delas sejam evidentes podemos classificar a barra como uma boa Barra de Sinal. Abaixo, a figura 3 nos mostra um exemplo de boa barra de reversão e Barra de Sinal vendedora:

Figura 3 – Barra de reversão como Barra de Sinal em contexto de topo duplo com 3 puxadas.

PARA BARRAS DO LADO COMPRADOR:

  • Barra que abra próximo do fechamento da anterior e feche bem acima do fechamento da barra anterior.
  • Fechamento na máxima ou quase sem sombra superior.
  • Pouca sombra inferior (De um terço à metade da barra).
  • Menos sobreposição possível com barras anteriores, evitando que ela esteja dentro de uma lateralidade e que nos dê um sinal de compra no fundo dela (Como as Barras de Sinal 3 à 7 da figura 2).
  • Fechamento que reverta os fechamentos e máximas anteriores. De preferência o fechamento de várias barras anteriores.

A figura 4 nos mostra um exemplo de boa barra de reversão e Barra de Sinal compradora.

Figura 4 – Barra de reversão como Barra de Sinal de segunda entrada, em contexto de reversão majoritária de tendência com fundo mais alto e com 3 puxadas

3- A BARRA DE ENTRADA

A Barra de Entrada é a barra seguinte à Barra de Sinal. É a barra onde se abre uma posição no mercado (Comprada ou vendida) buscando um determinado movimento.

A forma mais comum de efetivar esse posicionamento é se utilizando de ordens stop 1 tick acima de Barras de Sinal compradoras ou 1 tick abaixo de Barras de Sinal vendedoras. Porém, alguns operadores preferem entrar com ordens à mercado no fechamento das Barras de Sinal ou ordens limitadas durante a formação da Barra de Entrada.

Vale atentar que o posicionamento correto do stop loss não é derivado da Barra de Sinal nem da Barra de Entrada. Deve-se observar o contexto para melhor posicionamento da ordem a fim de um gerenciamento correto da operação.

4- CONCLUSÃO

Algumas pessoas procuram por boas barras em gráficos com informações de volume ou negócios por barra, na esperança de que em algum gráfico eles encontrem barras de sinal melhores ou que tragam mais eficiência para o operacional. A verdade é que sempre haverá uma boa barra de sinal em algum gráfico diferente, porém, isso não faz a operação ser melhor ou pior: O que faz a operação ser boa é o contexto e não o sinal.

Como vimos, Barras de Sinal e Barras de Entrada são bons balizadores de quando podemos nos posicionar de uma forma lógica no mercado. Porém, o fator contexto é sempre presente e é ele que nos ajuda a filtrar quais barras vamos utilizar e quais não vamos, permitindo que sejam encontradas boas oportunidades com uma boa equação do trader.

Agradeço ao Renan por ter escrito este artigo e colaborado com o aprendizado dos membros da comunidade do Portal Price Action.

Felippe Aranha

Copyright © 2018 de Portal Price Action
Todos os direitos reservados. Este artigo ou qualquer parte dele, assim como qualquer mídia relacionada, não pode ser reproduzido ou utilizado de nenhuma forma sem autorização expressa, do autor ou editor, exceto para uso em citações breves, com a devida citação da fonte.

27 Responses

  1. lfbaratelli@gmail.com
    |

    Parabéns Renan e Aranha, o artigo está perfeito!

    • Felippe Aranha
      |

      Valeu Barateli, créditos para o Renan, vou falar pra ele 🙂

  2. DouglasDutra
    |

    Valeu muito pelo artigo. Obrigado Renan e Felippe…

  3. HUGO DE SOUZA
    |

    Parabéns Aranha e Renan, enfim a todos que tem colaborado com a implantação do método do Brooks aqui no Brasil, o aprendizado com vocês tem feito muita diferença, estou passando a ver o mercado e o movimento do preço com outros olhos.!!! Valeu!!!

  4. MONZAFOREX
    |

    Obrigado pelo artigo!

  5. wjgomes
    |

    Passando apenas para agradecer, ótimo artigo, estou aprendendo muito com o site, obrigado Aranha e time.

  6. EdsonfcTrader
    |

    Parabéns.. e obrigado por disponibilizar o material que sem duvidas está ajudando uma massa gigantesca de trader’s.

    #SST
    #Suicidsquadtraders

  7. alan.slima
    |

    Muito bom, estou assistindo o curso varias vezes e cada vez mais estou tendo melhores resultados. Os conteúdos feitos pelo YouTube está agregando muito . Espero que continue e faça muito mais, porque esta sendo um excelente ponto de apoio para minha evolução e com certeza de outros traders.

    • Felippe Aranha
      |

      Valeu Alan, com o tempo, vamos agregar ainda mais coisas 🙂

  8. DaniloBortoli
    |

    Bom o artigo. Bem objetivo e esclarecedor. Obrigado.

  9. luizceglia
    |

    Artigo simples e objetivo, muito bom Renan e Aranha!!!! Vocês vem contribuindo muito para meu amadurecimento como trader!! Grande abraço

  10. FaustoLira
    |

    Muito bom artigo. Obrigado Felippe Aranha e equipe.

  11. Jayronmiranda
    |

    muito bom o artigo!!!! mais um aprendizado para mim só tenho a agradecer a vcs por disponibilizar esses conteúdos de forma clara e simples esta metodologia é simplesmente demais muito boa valeu mesmo Felippe Aranha e Renan Rossa …….OBRIGADO!!

  12. Stony
    |

    Parabéns Renan e Aranha, cada dia mais agregando conhecimento a todos!!!

  13. mltanaka
    |

    Parabéns pelo artigo Renan, e grato pelos vídeos no YouTube Felippe.

  14. phvilar13
    |

    Aranha e Renan. Obrigado por compartilharem conhecimento. Cada vez mais tenho aprendido e me sentindo mais confiante nos trades com estes ensinamentos….

  15. Gustavo777
    |

    Sensacional o trabalho que essa equipe tem feito! Grato Felippe Aranha, Renan Rossa, Esquadrão, e com certeza Al Brooks ….. Parabéns mesmo!!!

  16. Affonso
    |

    Muito bom. Bastante esclarecedor e já da uma outra visão no gráfico.
    Só gostaria de tirar uma dúvida, no 4º item que explica uma barra de sinal de venda diz: “evitando que ela esteja dentro de uma lateralidade e que nos dê um sinal de compra no fundo dela (Como as Barras de Sinal 3 à 7 da figura 2).”.
    Não seria no topo? tenho que me atentar a comprar no fundo tanto a comprar no topo?

    Gostaria de agradecer pelo o que os senhores estão fazendo, desde já. Venho de uma família que sinônimo de investimento é poupança. Estão abrindo um novo mundo. valeu.

    • Felippe Aranha
      |

      Sim, affonso, acredito que ele quiz dizer “compra no fundo da lateralidade”, já corrigi lá, obrigado pela revisão e pelos elogios!

  17. santos
    |

    valeu este material so enrequesse o nosso aprendisado vaaaaaaleu abs!!

  18. AngeloServo
    |

    Muito top o texto! Parabéns e obrigado!

  19. José Marcos
    |

    Não entendi por que a barra 4 da figura 2 foi descrita como uma ótima barra de reversão pois ela se encontrava em uma lateralidade e após ela a lateralidade continuou.

    • ismaelroriz
      |

      Acredito que a intenção foi justamente evidenciar que a barra por si só, foi boa, corpo grande, sem sombra, fechando na mínima… contudo, em um contexto ruim… “Mesmo que a barra seja muito boa, não significa que se deve tomar uma posição para uma operação, pois nem sempre essas barras estão dentro de um contexto correto.”

  20. PauloPJ
    |

    Muito bom, bem explicativo. Parabéns Renan e Aranha!

Deixe uma resposta